quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Leitura do dia: "O Menino que Contava Estrelas", de Alexandre Azevedo

O livro conta a história sobre um menino que chegou para o pai e perguntou curioso:
"Pai, quantas estrelas têm no céu?"
O pai respondeu:
"Acho que milhões."
O menino insatisfeito com a resposta do pai, falou que ia contar as estrelas do céu para saber o número exato. Então ele começou: um, dois, três...
Todos os vizinhos e vizinhas foram chegando e parando para ver o menino que contava estrelas.
Ele só parou de contar quando sua namorada chegou.
E essa foi a parte que mais gostei, quando a namorada do menino chega, ele vê duas estrelinhas brilhantes  nos olhos dela e perde a conta. (Nina krivochein)


Sinopse:
Quem diria que bastaria um menino se decidir a contar estrelas para que todas as pessoas do bairro se amontoassem em frente a sua casa, as pessoas da cidade se esquecessem da novela e do futebol e, no mundo inteiro, todas as guerras fossem deixadas de lado? O menino foi contando, contando... até que, quando estava por volta dos cinco trilhões, viu duas estrelinhas diferentes brilhando em outro lugar e, encantado, perdeu a conta. Descubra aqui a importância e o poder de coisas consideradas simples e corriqueiras, capazes de encher de surpresa e magia nossa vida.

  • Editora: Saraiva
  • Autor: ALEXANDRE AZEVEDO
  • ISBN: 9788535703047
  • Origem: Nacional
  • Ano: 2003
  • Edição: 1
  • Número de páginas: 16
  • Acabamento: Brochura
  • Formato: Médio
 


quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Leitura do dia: Cadê, de Guto Lins

Cadê o ratinho que estava aqui?
O livro que li é de perguntas e respostas.
fala sobre um rato que vai atrás de um queijo e esse ratinho faz uma confusão para achar o queijo. 
O livro é rimado e passamos por várias situações até achar o queijo.
Mas, cadê o ratinho que estava aqui?
A parte que eu mais gostei foi do final porque minha mãe fez cosquinha do meu braço até o queixo. Essa parte fala:
foi por aqui, foi por aqui, foi por aqui...
(Nina Krivochein)




Sinopse:
Cadê? faz parte da Coleção Prequeté, de Guto Lins, que chega às livrarias de todo o país pela Editora Globo. Essa coleção traz rimas, ritmo e jogos de palavras para brincar com a imaginação das crianças. Neste livro, o autor faz uma brincadeira com animais e objetos e, assim, deixa rolar a imaginação.

  • Editora: Globo
  • Autor: GUTO LINS
  • ISBN: 9788525045010
  • Origem: Nacional
  • Ano: 2008
  • Edição: 1
  • Número de páginas: 28
  • Acabamento: Brochura
  • Formato: Médio



sábado, 19 de novembro de 2011

TV Piá, perfil de Nina Krivochein

Esta matéria que a TV Piá fez comigo ficou tão linda! Amei a parte que estou fugindo de casa!
Beijinhos! (Nina Krivochein)

video

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

A Escola que eu quero para mim!

Achei esse vídeo tão fofo! A voz do amiguinho contando a história é tão legal que vou colocar o vídeo aqui para vocês!
Quem ficar interessado no livro tem resenha dele no blog. Então clica aqui!
Beijinhos da Nina Krivoochein


terça-feira, 8 de novembro de 2011

Leitura do dia :"E Um Rinoceronte Dobrado", de Hermes Bernardi Jr.

O livro conta a história sobre o que era guardado dentro de uma caixa de sapato. Nessa caixa eram guardadas mil coisas: um leão de sapato alto, uma girafa com arame em volta, um jacaré de terno, um macaco de patins e muitas outras coisas.
No livro tem coisas absurdas que guardam dentro da caixa de sapato, tipo, não dá para guardar uma onça na caixa de sapato e isso é muito engraçado!
O livro é escrito em forma de rima, ele se torna engraçado e fácil de ler.
O livro pergunta o que você guardaria numa caixa de sapato, eu guardaria doces e brinquedos e uma estante cheia de roupas.
Eu adorei procurar as figuras nas páginas porque eu ficava assim:
"Achei! Achei! Achei!"
Beijos da Nina Krivochein.





Sinopse:
Um poema-brincadeira sobre o tanto e o tudo que alguém poderia guardar de lembrança numa pequena caixa de sapatos. A publicação é para crianças de todas as idades e oferece uma imersão num conjunto superintenso de imagens visuais e verbais. Guto ilustra as piruetas poéticas de Hermes. O resultado só poderia ser uma leitura que surpreende, que faz rir e que faz pensar.
Autor: Hermes Bernardi Jr.
Ilustrador: Guto Lins
Projeto Editora

ISBN-13: 9788585500696
Idioma: Livro em português
Encadernação: Brochura
Dimensão: 25 x 25 cm
Peso: 0,310 kg
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2008

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Leitura do dia: "Controle Remoto", de Tino Freitas


A cegonha deixou um menino e o controle remoto na casa na mulher e do homem, estes eram os pais dele. Mas só depois que a cegonha partiu é que os pais descobriram que o bebê tinha vindo com um controle remoto.
No começo era só "babação", que significa amor e carinho, mas depois quando chegou a fase do xixicocô (meu pai chamava de xixicocômeleca), passaram a usar o controle remoto.
O primeiro passo era a mulher apertar a tecla SAP que quer dizer: Serviço de Ajuda aos Pais e apontar para o menino, que ele começava a dizer o que queria: "Quero comida!".
Então eles passaram a usar o controle remoto para tudo: escola, tomar banho, fazer a lição de casa e para o menino parar de brincar.
Quando o homem e a mulher brigavam, o menino ficava descontrolado e aí podia fazer o que tinha vontade.
Mas um dia o controle remoto quebrou e o homem e a mulher tiveram de jogar o controle no lixo.
A partir desse dia tudo começou a ficar mais gostoso, porque o homem e a mulher tiveram de virar pai e mãe. A mãe lia história para o filho antes de dormir e o pai passou a ajudar nas lições de casa, e as refeições ficaram mais gostosas porque todo mundo fazia junto!
Eu gostei das ilustrações e da página em que eles jantaram juntos porque jantar com a família é muito legal!
(Nina Krivochein)


Sinopse:
Junto com o bebê, a cegonha traz um controle-remoto. O bebê abre o berreiro e os pais entram em desespero? Basta apontar o aparelho para o menino e apertar a tecla SAP (Serviço de Ajuda aos Pais) para ver que ele só tenta dizer 'quero comida!'. As outras teclas do controle são também muito práticas - Stop, Play, Sleep, Alarm, Menu, Repeat. O menino cresce sob controle. Vai tudo muito bem. Até que, um dia, a pilha do aparelho acaba e o menino desaba.

ISBN-13: 9788586218644
Idioma: Livro em português
Encadernação: Encadernado
Dimensão: 28 x 14 cm
Edição: 1ª
Ano de Lançamento: 2010
Número de páginas: 52
Faixa etária:  a partir de 7 anos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...